quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

GID!


Se for levar ao pé da letra a famosa frase: “A voz de Deus é a voz do povo”, eu concordo plenamente...
Assim como o Divino fala por eles, ele também ouve por eles, comem por eles, e até vive por eles!
Engraçado como só conheci um suposto Deus da boca de alguém, pois esse eu nunca ouvi, nunca vi, nem sequer senti.
Sabe aquele adesivo que está escrito: “Estarei te olhando até que me entendas”, coisa medonha aquilo, pra onde você vai a porra do olho de Deus não desgruda de você...é como ameaça! Ou seria um reality show dos céus?
Nunca me falaram, ainda bem...que, pra você ser caridoso precisa crer em algo superior, mas esperam eu creio...no Cosmos, mas eu faço parte dele, então acredito em mim mesmo e de como vim parar aqui.
O ruim da religião e de boa parte de deístas é que eles entendem um mundo que não existe, são regras tolas e invenções que um ser humano racional e bem direcionado não acreditará ou pelo menos não terão preguiça de questionar.
Muita gente acha, que nós Ateus não acreditamos em nada, muito pelo contrário, cremos sim, mas não com fé...
Eu sei, por exemplo, que se eu tomar um remédio pra mal estar, provavelmente vai melhorar caso contrário eu vomitarei.
OK, então como você veio parar, na boa? Essa pergunta deveria ser excluída, não é como viemos parar aqui, é como ainda acreditamos em conto de fadas pra boi e leão dormir...
Muita gente fala pra as pessoas respeitarem as outras, independente de sua crença religiosa, mas por que ninguém diz que devemos também respeitar independente de sua não crença.
Os que não crêem logicamente são minoria, e raramente você vai conhecer alguém, e esse número diminui cada vez mais, já somos poucos e ainda existem alguns que preferem se esconder com medo de represarias.
Não vou ser punido quando morrer, não encontrarei nenhum paraíso, enfim, que conversinha mole...
O mundo já não é um lugar suficiente pra sofrermos e/ou sermos felizes? Não, precisam inventar algo para nos amedrontar.
Disseram a mim um tempo atrás que a vida sem Deus não faz sentido, então não sei o que estou fazendo vivo, acho que vou ali tomar algum veneno.
Disseram a mim que não posso viver sem Deus, e quem disse que eu vivo? Possa ser que sou um morto vivo querendo a salvação.
Disseram a mim que não posso amar sem ter Deus no coração. Isso explica o fato de eu nunca ter amado.
Se você diz que minha vida não faz sentido, então o que você está fazendo com um cigarro aceso, o que está fazendo bebendo até seu fígado sair do seu corpo, o que você está fazendo?
Acredite no que quiser, faça o que quiser, pois como Friedrich Nietzsche disse: “Deus está morto”

Nenhum comentário:

Postar um comentário