segunda-feira, 28 de novembro de 2011


Em nenhuma época da minha vida me imaginei tomando Champagne com o chefe e dando risadas falsas pra disfarçar meu descontentamento.

Mas já me imaginei perdido no espaço procurando por algo diferente...
Já me imaginei num lugar onde todas (sem exceção) as palavras fossem sinceras e verdadeiras.


Contos de fadas não me satisfazem, chegam a beira do ridículo, cavalos brancos e um homem que sabe de tudo e ainda usa barba longa e branca.

Ainda tento entender o porquê do motivo das pessoas acreditarem que a vida precisa de magia, de efeitos sobrenaturais, e de algodões doce.

Respondi a uma amiga sobre o motivo de eu estar vivo. Gravidade.
Depois respondi o que faz com que eu não me mate. Falta de grana, dor e feiúra.

Eu poderia dizer que são várias coisas, que pode ser o amor que sinto pela minha própria vida, pelos meus irmãos, pai e mãe, mas isso é muito fácil e lógico.

O que me mantém acreditando? Quase nada, digo, não acredito em quase nada...Não sei se isso é alguma trauma deixado por alguma ferida, ou se é apenas frescura/manha.

Até certo tempo era impossível falar de traumas comigo, não havia nenhum e eu era muito bem resolvido, principalmente meu “saudável” coração.

Dá pra viver mesmo sem acreditar em muita coisa? Dá pra sobreviver com a mente sabotando a si mesmo?

Daqui de dentro parece tudo tão calmo, mas quando olho pra cima e sei que além desse céu azul, existe uma escuridão e nem por isso deixa de abrigar algum tipo de vida.

Fui me moldando de tempos em tempos, tentando sempre me adaptar, até chegar a conclusão que não preciso me encaixar aquilo que acho desnecessário, chega de disfarces.

Todas as festanças vazias, toda duvida que me fazia travar, toda música chata, todas as pessoas fingindo, até que no chegar da manhã elas desabavam...

Não deixarei de ser um questionador, de certa forma foi isso que me ajudou a ser o que sou hoje, às vezes até mais que minhas próprias vivências.

Sou ainda parte de algo desconhecido, e talvez o desconhecido não tenha nenhuma parte minha.




Um comentário:

  1. passando pra deixar um beijo
    desejar Luz
    e dizer que foi bom passar o ano entre lindas palavras...

    ResponderExcluir