quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O Medo Que Não Existe!


Já são quase duas horas da madrugada e sou despertado pelo barulho do celular, vou animado ver do que se trata a mensagem que pego o celular vem a decepção: “Insira créditos e blá blá.” 

Cacete, eu já tinha inserido quase vinte reais e eles ainda pedem pra que eu coloque mais, mas enfim... o pior é que sempre acho que pode ser alguém lembrando de mim, me chamando pra sair ou que esteja desesperado e procurando alguém para conversar...

Daquelas épocas que ficávamos por horas falando ao celular o e assunto só acabava quando sol dava o ar da graça.

É nessas horas que penso...hoje é diferente, e sabe o motivo? Por puro medo desnecessário...

Assim como posso criar ilusões pra sustentar meus próprias dogmas eu posso também inventar um medo para ter alguma desculpa falível para que eu não faça mais nada e permaneça na cama sendo despertado por mensagens inúteis.

Claro, que, o lugar mais seguro é minha cama e a coisa mais fiel é meu travesseiro, mas bem que eu podia estar em algum lugar por ai ao menos tentando se divertir...

Se não existe uma luz superior, seja uma luz, se existe seja mesmo assim...

Não vou procurar por clarões se mantenho minhas vistas escuras, não irei procurar “paraísos” se eu fechar meus olhos, os olhos não tem culpa de nada...a mente mais uma vez é que decide entre eu querer estar e eu querer sair dessa que estou e quem a comanda?....Justamente eu, euzinho aqui...

Deixa eu voltar um ano atrás...e na boa? Estou bem...mesmo que o passado seja sempre melhor.

Como eu vivo dizendo, a minha essência já passou por muitas e se manteve intacta, ela não tem medos bobos, medos inúteis, ela dá a cara pra bater e eu devia fazer o mesmo. Sempre vamos sair machucados de alguma coisa que tentamos, um dia o machucado fica menos dolorido, às vezes as marcas nunca saem, mas algo de bom de isso tudo tiramos, nem que seja uma piada de humor negro consigo mesmo.

Enfim, não quero levar comigo mais as desculpas que justificam meus medos tolos, se estou aqui para raxar a cara então vamos embora...

Só espero que minha cara não seja de vidro...catar cacos dá um trabalho do cacete, e toma muito tempo....


Um comentário:

  1. Oi!!W.M!!Obrigada pelo comentário.Acho que todos ai da sua casa conheceram a Luna.Realmente é difícil,vai fazer 2 semanas na próxima segunda.É estranho a casa sem ela,agente se acostumou fazer coisas em função dela e eu ainda me pego tendo as mesmas reações,de ir ver se tem água,comida...essas coisas.Mas com o tempo tudo passa,e fica só a saudade.
    Seu blog é muito bom,esse talento para a escrita deve estar no sangue da família Cunha!!Só pode!! Parabéns!! Bjos

    ResponderExcluir