segunda-feira, 23 de maio de 2011

Sabe aquela sensação que dá te estar só com as palavras...?
É fato que esse blog recebe poucas visitas, já tente divulgá-lo mais, mas foi em vão.
Esses dias minha saúde anda bem estranha e já era de se esperar... e é nessas horas que penso, “Por qual razão eu fui fazer contas?”, eu quis encontrar uma razão pra continuar no lugar que estou. Ora! Ser motivado baseado que eu preciso manter firme, caso contrário não terei dinheiro suficiente pra quitar tudo, resumi minha vida nisso me torna lamentável!
O quão pequeno eu me torno ao fazer isso e levar adiante, logo eu...
Eu me cobro mais do qualquer outra pressão que as pessoas colocam em mim, mas há um momento que deixei de fazer isso, eu não posso e não devo continuar assim...
Será que devo arriscar e chutar o pau da barraca novamente? Será que sobrou um pouco de coragem e honra dentro de mim o suficiente pra que eu tome essa decisão?
Tudo que antes foi posto a fogo era exatamente a verdade que deveria sobressair a minha vida, de fato eu nem precisaria arriscar em mundos onde já estive e alguns outros onde antes eu condenava e no final eu entendi as razões e vi que estava certo.
Quando aqui escrevo por mais que quase ninguém veja não me sinto só, costumo dizer que estou no lugar certo, mas isso não impede que eu possa a vir conhecer pessoas certas.
É uma forma de desabafo, claro! De questionamentos, significa que sobra total dignidade nas palavras sinceras que me acompanham.
A arte torna tudo bem mais tolerável e cada vez mais eu sei que a base da vida é tentar e tentar, isso não significa que você irá conseguir atingir algum sonho, mas é aquilo, terá somente a certeza se tentar...
Será que eu errei tanto assim anos atrás e agora estou sofrendo as conseqüências, se for isso há mais chances de ser justo, mesmo que eu não mereça. Nenhum erro pode ficar impune!
É engraçado como eu tenha esquecido até do vazio, aquele que me acompanha desde criança, até isso ficou perdido em tanta confusão.
Bom, hoje não é um bom dia e exatamente há sete dias eu estava na mesma e pensando que eu podia me recuperar, a única solução que vejo é pensar no agora e isso irá me fazer ficar desempregado e implicará na falta de dinheiro, logo não terei condições de pagar minhas contas e quem sabe até investir nos meus estudos! Se eu não tomar uma decisão ficarei doente novamente, pois não possuo também dinheiro pra fazer um tratamento adequado, eu sei que parece que não tenho escolha, mas é uma burrice tremenda eu pensar assim, é claro que eu tenho...
A bomba relógio não pode esperar por muito tempo, até que estoure por completo e dessa vez as conseqüências serão mais graves do que uma possível saída...

Nenhum comentário:

Postar um comentário