terça-feira, 17 de maio de 2011

Pegue seu dado e jogue pro alto...
Abrace um tabuleiro cheio de duvidas, coloque-o sobre o braço e vá embora!
Olhando a realidade como fruto dos riscos que você correu e das oportunidades que deixou passar em branco, mesmo sabendo que se você tivesse aproveitado estaria exatamente aonde está!
Jogue fora a fé, o destino e encare isso como real, encare como um ciclo que certamente nunca irá te deixar na mão...
Quase cure de uma gripe forte e mantenha o pensamento que seu trabalho faz de você um suicida... Mas pense na possibilidade de não continuar se enforcando!
Nada está em definitivo, pois me parece que pouca coisa mudou de fato, o mesmo céu, as mesmas duvidas os mesmos sentimentos...
E se o futuro já existiu? Lá vem o Wolfy com essas viagens que no fundo não levam a nada, mas é bom ao menos refletir se não estamos repetindo tudo, indo e voltando, assim como a terra e sua rotação... imagine o sol como um ciclo e você como a terra fazendo a translação...
Teria eu medo de conseguir provar que estamos sempre repetindo e repetindo, como quebraríamos isso, seria possível?
Questionamentos de teorias desnecessárias são um pouco sem sentido, mas e quando elas fazem você pensar que pode ir contra a mesmice e que existe uma possibilidade de mudar tudo aquilo que continue repetindo e repetindo, repetindo...repetindo...repetindo...chega!!!
Viver uma vida simples e longe da complexidade é impossível, pelo menos pra mim...
Questionamentos com toda certeza continuaram a perambular no meu cosmos interno, ou seja meu cérebro...cosmos interno foi boa...¬¬ Enfim, entendam como quiser...
O que realmente é necessário? Sério, e se eu conseguir realizar um grande sonho e mesmo assim não ser um ser feliz ou “apenas” estar feliz...
E se...
Talvez você possa ter tudo o que sempre quis e ter lutado pra isso e mesmo assim não conseguir ir embora do ciclo... logo que é religioso ligará isso a Deus, mas se não for o seu caso, o que dirá a respeito, talvez dirá que fez algo de errado ou então que existe um culpado bem próximo de ti!
Vida como labirinto? Pode ser, pois olha o tanto de gente perdida, algumas preferem não falar a respeito outras já falam excessivamente, assim como eu...
Estamos no mesmo barco de sempre? Peraí, esse “sempre” soa como presunçoso e é muito chato. Mas pelo o que a realidade continuar a dizer parece que realmente estamos, cada um com seus motivos, lógico e não seria diferente...
Jogue seu dado e veja, qual número que cai mais vezes se você jogar de olhos fechados, e quantas vezes você não “trapaça” e dá aquela olhadinha pra ver se cai num número diferente.
Isso é probabilidade ou coincidência...?
Agora abre o tabuleiro e jogue novamente o dado, quantas casas você está permitido a andar pelo número que caiu, e se você não quiser seguir por isso e se você tirar um cinco e andar seis casas, o que aconteceria?
Num sei, mas você quebraria um dogma, e certamente isso faria sua rotina um pouco diferente...
Apenas pense a respeito de tudo que acontece na sua vida e durma, talvez no dia seguinte seja diferente...nem toda falta de ação faz com que nada mude, possa ser que o ciclo coordene sua vida e ai meu amigo só no dado mesmo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário