sexta-feira, 4 de março de 2011

Nunca fui bom em testes em que preciso demonstrar minha capacidade...
Acho tão vago definir uma condição dessa forma...mas é jeito que acharam “melhor” de fazê-lo...
Talvez se alguém me perguntasse o caminho que leva ao fim do mundo eu saberia responder, sem pestanejar.
Não que eu tenha as chaves que leve a abrir portas que jamais alguém viu, mas tudo que é diferente, tudo que é mais complexo e ilógico consigo decifrar melhor.
Se me vacinassem para entender tudo que é muito normal eu encontraria uma forma de não me tornar alienável. Sinto desconforto em situações em que preciso seguir regras pra conseguir provar ser capaz de algo.
Pra muitos o que é fácil pra mim parece ser totalmente o oposto e coloca totalmente nisso!
Falta de concentração? Talvez...embora eu já tenha tentado me concentrar mas minha mente é tão teimosa e chata que simplesmente não consigo focar nas coisas que precisam urgentemente de foco.
Gosto de coisas imprevisíveis e talvez testes não se encaixe nisso, minha mente permanece desligada, voada e totalmente desobediente.
Sempre foi assim...lembro-me da minha infância onde eu sempre arrumava um jeito diferente de fazer as provas, nunca fazia como pediam, sempre questionava a forma mas acabava que dava na mesma, principalmente nas matérias que eu mais tinha dificuldade. O que eles queriam é que eu simplesmente fizesse do jeito que eles impunham e eu não conseguia. Minhas respostas sempre eram opostas e permanece até hoje assim.
Minha supervisora do trabalho me disse que tem medo de meus resultados, pois sou muito inconstante. Há dias que estou super bem e há outros que estou a “beira do precipício”...e eu concordo plenamente, assim como a vida eu sou totalmente inconstante. Sou o retrato fiel da minha vida e não consigo separar vida profissional da minha outra vida, pois aonde quer que eu esteja eu a levo comigo, pois minha mente me mantém ligada a coisas externas quase que o tempo todo então meio que não há uma forma de mudar isso, não é simplesmente eu querer concentrar é mais que isso! É necessário que eu desprenda isso em algum lugar, em algo que realmente eu goste de fazer.
Sei que eu tenho essa “limitação” que no fundo não me impede que eu aprenda, mas também não deixa de ser uma dificuldade um obstáculo, pode ser menos e mais complexo...é totalmente uma inconstante...Sou tão sincero comigo mesmo e para com os outros que não sei deixar várias coisas de lado e simplesmente esquecer quando é necessário...
Céu laranja permanece na minha mente, lembranças de um abraço, perguntas que martelam sempre perguntando a mesma coisa, questionamentos, sonhos em cochilos de 2 minutos...problemas de casa, momentos felizes, preocupações, canções, textos, idéias e por ai vai...é difícil e quase impossível não ter isso durante um dia e provavelmente isso não irá mudar. É coisa da essência e quando é assim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário