quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Pra quem possa interessar versão 15.0....

Assumir o que se faz/fez e ter a coragem de admitir nem que seja pra si mesmo o que é!
Talvez isso tudo cause algum alivio...
Aonde você se perdeu que é tão difícil encontrar a culpa que teve?
Sempre será o perseguido da história? Ah..conta outra!
O que te torna tão inocente?
Sinto falta das coisas leves, das situações de riscos que nos faziam tornar investigadores de nosso próprio medo.
Céu laranja que ainda persiste em me perseguir...
Sinto uma paz inexplicável quando enxergo além das nuvens, sim! Eu não estou sozinho...
Existe um vento que me leva aonde quero...Mas nem sempre estou onde quero estar...
Antes eram centímetros de “distancia”, agora mesmo estando no mesmo lugar não consigo ver...
Talvez eu leve isso comigo pra sempre, já levo boa parte da qual está tatuada em meu braço...
Isso não me deixa esquecer, viverá comigo até quando eu me for...é além da pele, do céu...é tudo aquilo que um dia me fez voar!

Um comentário: