domingo, 30 de janeiro de 2011


É impossível passar a borracha...marcas persistem em nos entregar.
Uma mentira dura o suficiente para uma pessoa acreditar, mas não o bastante para sustentar
Uma vida inteira...
Os passos não são marcados apenas por quem age... mas também por aquele que se omite e/ou esconde o que fez.
Tudo vira história e simplesmente do nada os fatos surgem jogando todo um passado inútil de volta para um presente duvidoso.
É impossível passar a borracha.
Você pode estar somente em um lugar, mas descobre que esteve em vários lugares até onde nunca foi e as palavras voam, as pessoas se cruzam...
É como se o passado ficasse totalmente vivo só esperando o retorno de alguém que por anos achou que tivesse esquecido...
Pois não!...não há como fugir...sempre permanecerá algo.
Eu não serei audacioso ao ponto de achar que encontrarei o segredo disso tudo, pois talvez nem haja!
Pra mim o sol ainda é o mesmo...continua vivo e o vento permanece trazendo velhos fatos de volta, aqueles que um dia eu evitei saber. Fiz uma escolha, mas me trouxeram de volta...

Nenhum comentário:

Postar um comentário