terça-feira, 23 de novembro de 2010

...uma flecha nos acertou e nos moldou totalmente ao contrário daquilo que um dia acreditamos que seriamos e/ou que teríamos.
Luto comigo mesmo para que minha essência nunca seja destruída, não pode existir caos pior do que esse. Para aqueles que não sabem minha essência é como se fossem algo como alma para quem acredita que exista uma.
Lembro dos planos, coisa de quatro, cinco anos atrás. Nunca que imaginei que estaria como estou... mesmo acertando quase todas as previsões e isso me faz convencer de que a lógica é algo totalmente momentânea.
Pessoas importantes se foram, digo, isso reforça de que tudo é passageiro, que existem fases e que é necessário vive-las intensamente para que possamos acreditar que não apenas existimos mas que vivemos.
Não costumo disfarçar que sinto muito a falta de várias coisas que eu tinha, mas se eu pensar realmente a respeito eu começo a lembrar que eu não achava suficiente o que eu tinha... até perder...
Não quero viver de super valorizar o que tenho porque existe coisa pior e que eu preciso dar valor. Quero sentir que o que eu possuo é suficiente para me deixar feliz...apenas!
Aceito o fato...eu não sou aquele cara de uns anos atrás, mas consigo ver ele em mim ainda, é todo um pedaço dentro de mim mesmo, fragmentos que me fizeram chegar até aqui.
Algumas coisas que eu acreditava hoje não fazem mais sentido, não será por isso que me perderei...
Estou cansado de estar perdido e aceitar que é uma fase, estou cansado de ter paciência com coisas na qual eu não preciso ter, estou cansado de me fechar por medo idiota de não dar certo...mas não é um cansado que desanima é algo que me desafia a continuar tentando.
Como não acreditar no amor, se um dia eu o tive intensamente e consegui sorrir levemente e deixar minha mente livres dos demônios...como não acreditar???

Nenhum comentário:

Postar um comentário