terça-feira, 16 de novembro de 2010

Que marca forte deixada durante anos em seu coração, nunca foi descoberto a causa de sua perda, deve ser algo que se acaba sem explicações.
Começa um tempo e ele nota que tudo que estava ao redor explicava o sentido das coisas.
Começa um novo tempo e tudo aquilo que antes fazia sentido agora não traz mais a verdade a tona. Talvez não precise, é mais relativo do que propriamente um fato.
Aprendi que, não importa o que façamos, quando está feito está feito. Não existe uma borracha que apague tudo e nem devo alimentar isso.
As coisas nunca param, não estamos mortos. Os pensamentos continuam a fluir, assim como sonhos, ilusões, erros e acertos. Tudo é mais lógico que imagino, tudo é mais vida do que vivi, do que vivo e do que ainda vou viver...

Nenhum comentário:

Postar um comentário