segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Não existe grande diferença entre querer e agir...



Após de algumas situações tensas que me colocaram cara a cara com a realidade notei que não somos tão diferentes um dos outros. Existe claro uma pequena diferença entre alguns atos e pensamentos, mas eles não fazem que você seja pior, ou melhor.
Existem regras de convívio que fazem as pessoas agir de modo falso e não seguir seu próprio modo, caminho...
O instinto deve ser levado em conta...
Padrões “congelam” algumas pessoas, controlam suas vontades e necessidades vitais... Ou caberá a nós julgar o certo e errado? Pois, cada um tem seu modo de ver as coisas. Não se trata de egoísmo, infidelidade ou traição.
Qual a diferença entre alguns pensamentos e ações? Na verdade, algumas pessoas pensam em fazer e não fazem por vários motivos, enquanto outras que estão fora do padrão sentem necessidade de fazer o que está sentindo.
Existe o certo e o errado? A cada dia que passa eu acredito que não!
Machucar pessoas? É lógico que mais cedo ou mais tarde isso acontecerá, às vezes de modo involuntário, nem toda escolha beneficia a maioria.
A inocência não vai ser quebrada, a paz não vai ser perdida, não é utópico acreditar que seremos plenos com alguns sentimentos que sofreram danos, mas é necessário ter o pé no chão e analisar de modo racional... as coisas mudam constantemente.
É agora vejo o outro lado da moeda... Numa reflexão tive a idéia de que algum pensamento que eu tinha não me tornava infiel... Você não precisa provar que gosta, não precisa medir o sentimento, não precisa nem o rotular.
Descomplicar e seguir algum instinto sem esquecer a racionalidade, talvez esse seja o equilíbrio para melhor convivência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário