quinta-feira, 5 de agosto de 2010


Se para mim Deus existisse seria como a liberdade pura de uma criança.
Algumas pessoas dizem que precisamos respeitar as religiões, mas e os religiosos respeitam aqueles que não a possuem e /ou não crêem em deus?
Atribuir a um ser superior todo fracasso da vida e/ou todo mérito e conquista parece coerente?
A tal vontade de Deus pra mim é mais uma desculpa para a grande maioria. Se isentar de culpas e ainda achar que o tal “Todo Poderoso” vai perdoar todos seus erros e que vai ficar tudo bem.
Outros acham que para uma sociedade ser mais justa, mais bondosa, mais harmoniosa é necessário que as pessoas se veiculem as religiões e/ou crer numa divindade, às vezes até esquecem que caráter está acima disso tudo. Quer dizer então que um Ateu não pode ser uma pessoa de boa índole, boa conduta que não pode ajudar o próximo?
Convivo com Ateus e pessoas religiosas e me relaciono bem com elas e é lógico que minhas opiniões se divergem com as delas, mas isso não significa que não podemos conviver em paz e que somos o dono da verdade. Cada um tem suas convicções e maneiras de pensar e expressá-las, mas o que mais importa é o respeito que deve se ter, o carinho e a amizade.
O objetivo desse texto não é colocar em questão a existência ou não de um Deus, para mim pouco importa tentar desvendar se existe ou não algo superior que está “nos céus”. O que eu quero dizer é que falar sobre Deus não pode ser desculpa para “fim de conversa”. Vamos quebrar essa tabu idiota de achar que religião não se discute. Independente da crença que tivermos devemos viver em harmonia e fazer o bem sempre quando for possível e que também temos nossa própria vida e que não somos e não precisamos ser peça de tabuleiro ou um personagem de vídeo game.
Existem pessoas boas é má e isso não tem nada a ver com ser Ateu ou religioso.
Perguntas como: De onde viemos;quem somos; como começou tudo e etc. Não me interessam mais, mas a sociedade de modo geral devia-se conscientizar que é necessário questionar mais, tal como padrões impostos, regras e coisas obsoletas, ou viveremos como amebas, vermes e coisa do tipo!
A falta de informação e a ignorância só aumentam a hipótese de ser um alienado e em todos os seguimentos e ter uma alienação não é nada válido, pois, parece que as coisas boas e importantes que estão bem ao nosso lado simplesmente deixam de existir.
Que fique bem claro que minha intenção é dizer que existem pessoas antes de qualquer coisa e que devemos pesquisar, refletir mais antes de acreditar em algo. Não podemos ser fantoche de nada e de ninguém.
Esquecemos que somos livres?
Deve haver respeito principalmente quando se diz adorar isso ou aquilo. Não estou falando somente de crenças, mas também de amor, de sexo, de relacionamentos em geral.
Se para mim Deus existisse seria como a liberdade pura de uma criança.
Não temos todos ou muitas respostas, mas devíamos ter mais perguntas...
Deixo abaixo um vídeo que eu acho bastante pertinente e tem a ver com o assunto do meu Post:

Um comentário: