quinta-feira, 15 de julho de 2010

Ser...


Sou tudo aquilo que você quer...
Sou meus sonhos, minha esperança (Minha espera)
Sou tudo aquilo que você não quer...
Sincero, integro...
Sou minhas perdas, danço com o diabo
E tenho alma de criança
Sobra de algum vento e de alguma cinza
Eu sou tudo aquilo que você deseja
Mas não quer...
Sou a decadência, sou o presente
Danço com o vento, descanso nas nuvens
Não sou anjo nem totalmente humano...
Sou fraco, sou forte,
Estou contente, estou triste
Sou a falta de equilíbrio
Mas permaneço com meus olhos abertos
Sou tudo o que quero
Mas não tenho quase nada...
Vivo o descontrole, controlo meus passos
A beira da loucura em algum caminho diferente...
Sou o paradoxo por completo
Permaneço pensando, lutando, perdendo e ganhando.
Sou um lobo de asas tentando provar pra si mesmo
Que a coragem mostrará a verdade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário