segunda-feira, 12 de julho de 2010


Estou aqui em mais uma noite, um sono escondido dentro de mim... Tenho medo de dormir e acordar na normalidade...
Chega um dia e você cansa de tudo, de acreditar, de querer que tudo dê certo...
Você reza, olha pro céu, sei lá faz alguma prece, deseja, agradece, mas faltam palavras...
A luz do monitor às vezes quase me cega, meu olhar intacto para a tela e minha visão fica seca e estranha...
Começo a lembrar das coisas que nunca saem do lugar, mesmo você sendo o forte o suficiente para levantar... Nem tudo depende de nós... É bem isso que eu percebo...
Canso de palavras, de atitudes de silêncio... De tudo... De tudo!
Sabe, quando precisamos chutar mesmo o balde... E que se foda todo o resto, pela vontade parece ser fácil... Mas e quando a rotina é um vicio pregado como um vírus da gripe...
Eu tenho e/ou faço alguma coisa que me traga benefício? Qual foi a última vez que me senti completo? Acho que nunca...
Tristeza? Não! Prefiro rotular como descaso, desprezo, cansaço...
Às vezes me sinto como uma geladeira... Fria, vazia... Mas às vezes cheia e “quente...”
Solução? Sei lá, será que há alguma? Cura... Não a procuro mais... Deixo fluir!
Querer ? E não fazer nada... É Silenciar-se e procurar barulho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário