segunda-feira, 21 de junho de 2010

Algumas coisas que aprendi...

Nem sempre existe culpa ou culpados, às vezes fazemos coisas que não esperamos causar algum mal.

A justiça é algo totalmente relativa, pode ser injusto pra você mas não pra ele.

Querer é o primeiro passo pra talvez conseguir algo...Mas não quer dizer que você vá conseguir.

A família (em todos os sentidos) é o que nos segura quando estamos em queda.

O vazio é tudo aquilo que não deixa ser perfeito fazendo que não fiquemos relaxados, mas ao mesmo tempo nos deixa sem rumo.

Às vezes mentimos quando é conveniente, às vezes para “proteger”...

Temos que fingir ...Não sempre!

O amor não é mais forte que tudo, por mais que alguém diga que ame muito não o coloca em prática.

Fazer coisas diferente pra sair da rotina, mas coisas diferentes não costumam durar muito...

Prometer talvez cumprir. Cumprir sem ao menos ter prometido...

Fazer o bem e esperar recebê-lo em troca, nunca cobrar mas não deixar cair no esquecimento que um dia você estendeu a sua mão.

Dizer que adora ver o céu mas se quer abrir a janela pra vê-lo...

Analisar de mais e viver bem de menos, achar que é experto por analisar tudo, mas experto é quem busca não entender e sim viver.

Nem sempre o bem vence, nem sempre o mau se dá bem!

Ficar calado mesmo quando se tem razão.

Sumir quando for capaz de assumir o risco de ser esquecido!

Dizer que não tem tempo para nada, então como está vivo? Quem não tem tempo é morto.

Dizer que está ocupado de mais pra fazer algo e enquanto diz isso está sentado num sofá vendo um programa idiota na TV.

É necessário chorar e acostumar a perdas, mas não deixar que a esperança vá embora, mas que não fique com expectativa de que o tempo diz e cura tudo...

Nem sempre toda a verdade é libertadora...

Desistir sim! Quando sentir que está sendo um idiota em tentar algo que não dará em nada.

Fracassar não é a pior coisa do mundo.

Sexo não é a melhor coisa do mundo e não é errado fazê-lo por casualidade.

Abraçar talvez seja a forma mais intima de mostrar afeto.

Não olhar nos olhos não siguinifica que você esteja mentindo ou se escondendo, pode ser apenas timidez.

Passado não é o melhor lugar pra se esconder nem o pior pra viver...

O futuro existe sim, é uma possibilidade, possa ser que ele seja daqui há dois anos ou daqui a um minuto.

Pedir desculpas quando sentir que estava errado e se a pessoa não o quiser deixe pra lá...

Não existe segredo pra coisa nenhuma.

Coincidências podem ser apenas coincidências.

A lógica não responde tudo e ainda “passa rasteira...”

A cura não é definitiva e às vezes ela nem existe.

Lutar contra algo que não existe é vago.

Falar não é a melhor forma de pacificação.

Paz não está em todos os lugares. Paz pode vir de dentro como de fora.

Liberdade é um estado. Ou se está livre ou não.

Existe alguns “diamantes” em meio ao sistema corrompido.

O equilíbrio é necessário entretanto é perigoso você se manter sobre uma corda bamba sem apoio...

Um comentário: